Ponta Delgada quer criar uma Reserva para Emergência Social

Ponta Delgada quer criar uma Reserva para Emergência Social

 

Lusa/AO online   Regional   19 de Dez de 2012, 17:18

A Câmara Municipal de Ponta Delgada pretende avançar no próximo ano com uma reserva de apoios às famílias para situações de emergência social.

Segundo a autarquia, "há consenso entre todos os partidos na Assembleia Municipal para a criação da Reserva de Emergência Social em 2013", acrescentando, no entanto, que a medida "ainda não foi aprovada na Assembleia Municipal, pois carece de um regulamento que lhe dê legalidade e inscreva a verba para este efeito".

O Regulamento, após concluído, irá a reunião de Câmara para aprovação da vereação, seguindo para a próxima reunião da Assembleia Municipal de Ponta Delgada para deliberação final.

"O objetivo é dar resposta a um novo fenómeno de carências entre as famílias que, por via da crise, se veem confrontadas com a ausência de meios para pagar bens essenciais à sua subsistência como a eletricidade, o gás e outros", sublinha uma nota da Câmara, acrescentando que a Reserva de Emergência Municipal "será mais um elemento de apoio às famílias" que se junta ao "reforço nos investimentos de ação social nas Grandes Opções do Plano para 2013/2016, em rubricas como a educação e habitação".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.