Economia

Política regional não responde aos novos desafios dizem especialistas

Política regional não responde aos novos desafios dizem especialistas

 

Lusa/AO online   Regional   13 de Out de 2010, 11:30

A política regional vai contra o que se sabe sobre o desenvolvimento económico e não responde aos novos desafios e impactos, considerou esta quarta-feira o economista da Universidade dos Açores (UAç), Tomás Dentinho.
“O sujeito e o objecto da economia são a mesma entidade mas a política regional assume que há um emissor e um receptor sempre dependente, o que explica grande parte dos problemas económicos”, adiantou.

Estas questões de economia e política regional são suscitadas no livro “Desafios Emergentes para o Desenvolvimento Regional”, a lançar esta quarta-feira em Angra do Heroísmo, pela Delegação dos Açores da Ordem dos Economistas e a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional.

O livro, com cerca de 400 páginas, contém trabalhos científicos de 23 investigadores universitários portugueses, incluindo especialistas dos Açores, dos EUA, da Espanha, Inglaterra e Brasil.

A obra foi coordenada por José Manuel Viegas e Tomaz Ponce Dentinho sob a chancela do Observatório do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional).

Paralelamente ao lançamento do livro decorre uma mesa redonda moderada por Rui Luís da UAç e Delegação dos Açores da Ordem dos Economistas, em que participam Tomaz Ponce Dentinho e Mário Fortuna da UAç e Nuno Martins da Universidade Católica Portuguesa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.