Segurança

Polícias manifestam-se frente à residência de Sócrates


 

Lusa/AO online   Nacional   14 de Dez de 2010, 16:59

Cerca de 150 dirigentes e delegados sindicais das forças de segurança estavam esta terça-feira às 17:00 locais concentrados em frente à residência oficial do primeiro-ministro, num protesto para que o Governo "cumpra a lei" e o que prometeu aos polícias.
O presidente da Associação Socioprofissional da Polícia (ASPP/PSP), Paulo Rodrigues, afirmou que os sindicalistas querem que o Governo ponha em prática as regras que o próprio executivo definiu nos novos estatutos profissionais da PSP, nomadamente que actualize as promoções e novas posições remuneratórias dos agentes.

Paulo Rodrigues salientou ainda que, depois de vários pedidos de reunião, quer com os ministérios da Administração Interna e das Finanças, quer com o próprio primeiro-ministro, nenhum dos pedidos foi ainda atendido.

O dirigente sindical reiterou que as forças de segurança vão continuar a fazer protestos até serem recebidas pela tutela e as suas exigências atendidas.

Além dos sindicalistas da PSP marcaram presença na manifestação representantes da GNR, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, da Polícia Marítima e da Guarda Prisional.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.