Polícia italiana deteve 'capo' mafioso um dos 100 criminosos mais procurados

Polícia italiana deteve 'capo' mafioso um dos 100 criminosos mais procurados

 

Lusa / AO online   Internacional   5 de Out de 2016, 11:55

A polícia italiana deteve hoje o 'capo' mafioso Antonio Pelle, em fuga desde 2011 e que integrava a lista dos 100 criminosos mais procurados do mundo, em Bovalino, na província de Reggio Calábria (sul).

 

Pelle foi encontrado pelas autoridades escondido num ‘bunker’ subterrâneo com uma ligação à sua casa que a polícia levou várias horas a localizar, segundo a imprensa local.

O chefe mafioso, de 54 anos, tinha paradeiro desconhecido desde que, em 2011, fugiu de um hospital na Calábria.

Conhecido como “la mama”, Pelle era considerado ‘capo’ – cargo elevado, abaixo apenas do ‘Don’ e do ‘Consiglieri’ – da máfia calabresa, a ‘Ndragheta’.

É acusado, entre outros crimes, de ser um dos responsáveis do chamado massacre de Duisburg, em San Luca (Calábria) em 2007, em que morreram seis pessoas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.