Polícia identificou todos os atacantes do antentado de Londres

Polícia identificou todos os atacantes do antentado de Londres

 

Lusa / AO online   Internacional   5 de Jun de 2017, 11:49

A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse hoje que a polícia já identificou todos os atacantes que no sábado mataram sete pessoas na Ponte de Londres e no mercado de Borough, num ataque que considerou visar "o mundo democrático".

 

Em declarações na sua residência oficial, em Downing Street, após presidir a uma reunião do comité de emergência do Governo para abordar as medidas de segurança, May disse que o atentado de sábado foi "um ataque contra Londres e contra o Reino Unido, mas também contra o mundo democrático".

A chefe do governo britânico acrescentou que o nível de alerta por ameaça terrorista contra o Reino Unido se manterá em "severo", o segundo mais alto numa escala de cinco, após o atentado, em que 48 pessoas ficaram feridas, 21 em estado crítico.

Theresa May acrescentou que "infelizmente" as vítimas "procedem de diferentes nacionalidades", que ainda não foram divulgadas.

Confirmou também que 11 pessoas continuam detidas por possíveis ligações ao atentado, após uma ter sido libertada sem acusação.

A polícia já determinou que a carrinha branca onde os atacantes viajavam entrou na ponte London Bridge às 21:58 horas de sábado no sentido norte-sul, tendo a certa altura subido o passeio e atropelado vários transeuntes.

A carrinha foi imobilizada no lado sul da ponte e os atacantes saíram armados com facas, entrando na área do mercado de Borough, onde existe uma série de restaurantes e bares, tendo apunhalado várias pessoas.

A polícia recebeu um aviso pelas 22:08 horas e respondeu num espaço de poucos minutos, tendo oito agentes disparado cerca de 50 tiros, matando os atacantes, que envergavam coletes que simulavam ter explosivos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.