Polícia espanhola impede fabrico de 20 milhões de pastilhas de Ecstasy


 

Lusa/AO online   Internacional   18 de Out de 2017, 15:09

A Polícia Nacional espanhola anunciou ter impedido o fabrico de 20 milhões de pastilhas de ecstasy na sequência da apreensão de 2.650 quilos de uma substância química e da máquina usada para a transformar naquela droga.

Trata-se de uma das maiores apreensões de derivados glicídicos de BMK - que são precursores químicos que pode ser sintetizados em BMK, e este em ecstasy - na Europa. A substância foi enviada - em várias remessas - da China e tinha como destino final a Holanda.

O comissário-chefe da Brigada Central de Estupefacientes da Polícia Nacional espanhola, Ricardo Toro, e o responsável de Vigilância Aduaneira do Aeroporto de Madrid-Barajas, Luis Ángel Alonso, realçaram a complexidade da investigação, já que este precursor é legal, mas não tem qualquer outra utilidade senão o fabrico de MDMA (ecstasy).

A importação desta substância legal até acontece às claras, com os remetentes a declarar à alfândega que se trata de pigmentos corantes ou ceras.

Um cidadão chinês, alegado responsável pela importação, e um equatoriano, colaborador, foram detidos em Madrid por envolvimento no caso. No aeroporto de Barajas foi apreendida a máquina para sintetizar os derivados glicídicos, que chegou desmontada.

A máquina tem um depósito de vidro e várias pipetas ligadas a uma unidade de aquecimento. A uma determinada temperatura, a máquina consegue converter os derivados glicídicos de BMK em BMK (alfa-fenilacetato de acetonitrila) e, num segundo passo, o BMK em ecstasy.

Atualmente, perante a escassez do precursor principal (BMK), os métodos de produção do MDMA baseiam-se no safrole, nos derivados glicídicos de BMK e no alfa-feniloacetato de acetamida (APAA), estruturalmente semelhantes, mas não idênticos aos precursores que são regulados.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.