Polícia belga condiciona acesso a subúrbio de Bruxelas após relatos de atirador

Polícia belga condiciona acesso a subúrbio de Bruxelas após relatos de atirador

 

Lusa/AO online   Internacional   22 de Fev de 2018, 14:00

A polícia belga instalou esta quinta-feira um perímetro de segurança num bairro nos arredores de Bruxelas, condicionando o acesso ao subúrbio, após relatos que indicavam que um homem armado estaria naquela zona.

Imagens divulgadas pela agência noticiosa norte-americana Associated Press (AP) mostraram agentes policiais armados posicionados junto de edifícios e nos telhados de prédios em Forest, nos arredores da capital belga.

Um helicóptero da polícia estava a sobrevoar a área, indicou a AP.

Em declarações à estação RTL, o presidente da câmara de Forest, Marc-Jean Ghyssels, disse que a polícia “suspeita da presença de um homem armado”.

O presumível terrorista Salah Abdeslam, o único sobrevivente da célula ‘jihadista’ que levou a cabo os ataques terroristas em Paris em novembro de 2015, chegou a estar escondido em Forest e foi apanhado durante um tiroteio com a polícia num apartamento localizado nas imediações deste subúrbio.

Não existe até ao momento qualquer indicação de que o incidente relatado hoje esteja relacionado com terrorismo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.