Artes plásticas

Polémica prejudica exposição de Andy Warhol na Eslováquia


 

Lusa / AO online   Internacional   6 de Ago de 2010, 18:27

Os 82 anos do nascimento de Andy Warhol servem de mote para uma exposição inaugurada esta sexta-feira em Kosice, na Eslováquia, país de onde a família do artista norte-americano é originária.
A exposição "Andy Warhol e Julia" abriu envolvida em polémica, devido a um desentendimento entre a Galeria de Arte da Eslováquia Oriental, que organiza a mostra, e o Museu de Arte Moderna Andy Warhol de Medzilaborce, uma localidade próxima de Mikova, terra de origem da família Warhol.

Segundo a EFE, o Museu, onde desde 1991 existe uma exposição monográfica sobre a obra de Warhol que atrai anualmente cerca de 17 mil pessoas, decidiu à última hora não emprestar as obras solicitadas pela Galeria de Kosice, uma colisão de 23 trabalhos a preto e branco.

A recusa do empréstimo baseia-se numa alegada violação do contrato por parte da Galeria, "porque no convite para a mostra não constava que as obras são provenientes da Sociedade Andy Warhol", disse à EFE Michal Bycko, fundador do Museu de Medzilaborce em 1991.

Os direitos das obras, de que aquele museu é depositário, pertencem à Fundação Andy Wahrol de Nova Iorque e a coleccionadores privados eslovacos.

Bycko acrescentou que não foram pagos aos coleccionadores os valores estipulados - 3 mil euros por cada obra - e que a galeria alterou o conceito da exposição sem consultar o Museu. Em consequência destas alterações, não foi publicado o livro "Andy Warhol e a Checoslováquia”, como estava previsto.

O projecto da exposição tem um financiamento da União Europeia e inclui a publicação do referido livro, uma edição em checo, eslovaco, inglês e russo.

A directora da Galeria, Lena Leskova, disse à EFE que o livro não foi publicado porque não obteve os direitos de autor.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.