Plenário do parlamento dos Açores adiado um dia devido ao luto nacional

Regional /
Assembleia Legislativa Regional dos Açores

908 visualizações   

O plenário de junho do parlamento dos Açores, que estava previsto começar na terça-feira, na Horta, inicia-se no dia seguinte, devido ao luto nacional decretado na sequência dos 61 mortos no incêndio de Pedrógão Grande.
 

 

“Tendo sido decretado luto nacional nos dias 18, 19 e 20 de junho pelas vítimas do incêndio que deflagrou no município de Pedrógão Grande e afetou vários concelhos do nosso país, a presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores informa que o período Legislativo de junho foi adiado”, refere uma nota do parlamento regional enviada à Lusa.

Na mesma nota, a Assembleia Legislativa adianta que o início dos trabalhos parlamentares está programado para quarta-feira.

O Conselho de Ministros aprovou um decreto que declara luto nacional durante três dias, entre hoje e terça-feira, pelas vítimas do incêndio que deflagrou no município de Pedrógão Grande e afetou vários concelhos.

O fogo, que deflagrou à 13:43 de sábado em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.

O último balanço dá conta de 61 mortos, e dezenas de feridos e de deslocados, estando por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

Em janeiro, o plenário do parlamento dos Açores foi adiado uma semana devido ao luto nacional decretado pela morte do ex-Presidente da República Mário Soares.