Plataforma de Cidadania acredita que vai ter representação no parlamento regional

Regional /
PPM/PDN: Rui Simas

2109 visualizações   

A Plataforma de Cidadania, coligação formada pelo PPM e PND para as eleições regionais nos Açores, afirmou acreditar que vai estar representada no parlamento regional, a partir de domingo, para "a verdadeira defesa dos cidadãos".
 

"Esperamos que as pessoas não fiquem em casa, porque a abstenção tem dado espaço aos partidos políticos de manterem as mesmas políticas de austeridade. Só as pessoas esclarecidas e a juventude podem fazer a mudança. Acreditamos por isso que a Plataforma vai ter presentação no próximo parlamento regional", afirmou o cabeça de lista pelo círculo de S.Miguel, Rui Simas, em declarações à Lusa.

Rui Simas classificou de "muito positiva" a campanha de "proximidade às pessoas" da Plataforma, o que "permitiu conhecer a realidade que se vive nos Açores", criticando "os gastos supérfluos dos outros partidos e as promessas impossíveis de realizar".

"Vimos uma campanha com dois rostos: um rosto da população empobrecida, desesperada e revoltada e um outro rosto de uma campanha dos partidos com exageros e com despesas supérfluas e gastos desnecessários e isto foi uma afronta às dificuldades das pessoas", apontou.

O candidato disse que a Plataforma "sentiu no fundo a importância de estar representada na Assembleia Regional na verdadeira defesa do cidadão".

Um total de 12 forças políticas apresentaram listas candidatas às eleições regionais nos Açores no domingo onde 225.211 eleitores vão eleger 57 deputados para a Assembleia Legislativa.

Diário de Notícias Dinheiro Vivo Jornal de Notícias Notícias Magazine O Jogo TSF Volta ao Mundo Açoriano Oriental DN Madeira Jornal do Fundão