Plano de recuperação de cooperativa de laticínios do Pico aprovado por unanimidade


 

Lusa/AO Online   Regional   30 de Out de 2014, 18:25

O plano de recuperação financeira da cooperativa de laticínios da ilha do Pico foi aprovado hoje por unanimidade numa assembleia de credores, revelou à Lusa o presidente da direção da LactoPico, Jorge Pereira.

Em agosto, já tinha sido feita uma primeira assembleia de credores, em que as partes chegaram a acordo, com vista à manutenção da cooperativa da ilha do Pico, que foi declarada insolvente pelo tribunal.

No entanto, só agora o plano de recuperação financeira foi aprovado, tendo em conta a necessidade de se cumprirem prazos legais.

Segundo Jorge Pereira, a principal preocupação da LactoPico neste momento é "aumentar a quantidade e a qualidade do leite" para que a cooperativa se torne viável.

O presidente da direção frisou que o problema da LactoPico não se resolve "num estalar de dedos" e "não ficou resolvido" com a aprovação deste plano, mas considerou que os produtores têm um "papel fundamental" na recuperação da cooperativa, já que ela depende da quantidade e da qualidade do leite.

Para que seja possível "equilibrar as contas", a cooperativa estima que sejam necessários pelo menos 7,5 milhões de litros de leite por ano, mas o ano passado fechou apenas com 4,6 milhões.

Outra solução pode passar por um aumento da qualidade do produto que faça aumentar o seu preço e que, nesse sentido, reduza a necessidade de quantidade.

Desde a última assembleia de credores, a cooperativa tem tentado corrigir alguns problemas, tendo já assegurado o pagamento atempado aos produtores e aos funcionários, segundo Jorge Pereira.

De acordo com o presidente da direção da cooperativa da ilha do Pico, o plano não obriga ao despedimento de trabalhadores e, em princípio, "não deve haver mexidas".

A LactoPico tinha uma dívida à banca e a fornecedores de 4,5 milhões de euros, mas decidiu contrair um novo empréstimo no valor de 1,5 milhões, tendo hipotecado a fábrica.

O novo empréstimo será utilizado para recuperar a fábrica e para pagar dívidas aos fornecedores e aos produtores de leite.

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, anunciou a 20 de junho um acordo que permite que a LactAçores (União das Cooperativas de Laticínios dos Açores UCRL) assuma a gestão industrial e comercial da LactoPico, em conjunto com a atual direção.

No mesmo dia, o tribunal de São Roque do Pico proferiu uma sentença de declaração de insolvência da cooperativa de lacticínios.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.