PJ detém suspeito de furto e incêndio numa moradia na ilha do Faial

PJ detém suspeito de furto e incêndio numa moradia na ilha do Faial

 

Lusa/AO Online   Regional   27 de Fev de 2017, 13:37

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem de 34 anos, residente na ilha do Faial, Açores, pela presumível prática dos crimes de posse de arma proibida, furto qualificado e incêndio.

"Aproveitando-se da ausência dos proprietários da habitação, o detido introduziu-se, por escalamento, no seu interior, furtou diversos objetos e, seguidamente, com provável intuito de ocultação de vestígios, ateou-lhe fogo, tendo as chamas produzido danos de valor consideravelmente elevados", adianta um comunicado do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada da PJ.

Segundo a PJ, o detido, assistente operacional numa unidade de saúde da ilha, foi detido em flagrante delito pela posse de arma proibida e, presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial, foi determinado que aguardasse julgamento em prisão preventiva, a medida de coação mais grave.

A PJ, que contou com o apoio da PSP, conseguiu também recuperar alguns dos objetos furtados pelo suspeito da residência incendiada, que ficou parcialmente destruída pelas chamas, apesar da "pronta intervenção" dos bombeiros.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.