PJ detém 18 pessoas por tráfico de pessoas, extorsão e lenocínio


 

Lusa/AO Online   Nacional   17 de Nov de 2015, 12:30

Dezoito pessoas, 13 homens e cinco mulheres, foram hoje detidas pela PJ por tráfico de pessoas, extorsão, lenocínio (incentivo à prostituição com fins lucrativos), falsificação de documentos e de associação criminosa, informou aquela polícia.

No decurso da operação "corda bamba", foram efetuadas dezenas de buscas, efetuadas diversas apreensões relacionadas com os crimes e identificadas mais de uma centena de vítimas, adiantou a PJ.

O grupo criminoso organizado agora desmantelado era formado maioritariamente por estrangeiros, que se dedicavam à angariação de trabalhadores, mediante a promessa de melhoria de vida das vítimas, que depois, exploravam através do recurso à violência, ameaça física e coação, bem como à exploração sexual de mulheres e à extorsão de outras pessoas.

Os crimes investigados ocorreram em vários distritos do território continental.

Fonte policial precisou à agência Lusa que a operação decorreu essencialmente na Zona Oeste, Litoral alentejano e baixo Alentejo.

Os detidos, com idades entre 20 e os 63 anos, vão ser submetidos a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

A investigação prossegue para identificação de outros potenciais elementos do grupo, bem como de outras vítimas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.