PJ confirma quadro de homicídio seguido de suicídio na baixa de Coimbra


 

AO/Lusa   Nacional   8 de Mar de 2015, 15:12

A Polícia Judiciária (PJ) disse este domingo que a morte a tiro de um casal de idosos em Coimbra, ocorreu num quadro de homicídio seguido de suicídio e que o autor dos disparos, possuía "alguma instabilidade emocional".

 

"O senhor terá morto a esposa e suicidou-se de seguida", disse à agência Lusa fonte da PJ, entidade encarregue da investigação do caso.

De acordo com a mesma fonte, as motivações do crime estarão relacionadas "com alguma instabilidade emocional" do homem: "Era alguém instável e essa instabilidade terá levado a este ato".

Fonte policial disse que os corpos foram encontrados pela PSP numa casa do centro de Coimbra, cerca das 9:15, depois da filha do casal ter encontrado a mãe deitada no chão da casa, já morta, e ter dado o alerta.

O caso verificou-se nas instalações de uma antiga pensão, que atualmente serviam de domicílio ao casal de idosos, cujas idades se situam entre os 78 e 80 anos, nascidos em 1935 e 1936.

Os corpos foram transportados para o Instituto Nacional de Medicina Legal de Coimbra no âmbito das formalidades e averiguações em curso.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.