Pintura de Degas avaliada em 6 milhões de euros roubada em Chipre


 

Lusa/AO online   Internacional   30 de Set de 2014, 15:08

Uma pintura do impressionista Edgar Degas, avaliada em seis milhões de euros, foi roubada a um colecionador privado de Chipre, anunciou a polícia local, que já prendeu um suspeito e identificou outros dois.

 

Intitulada “Bailarina Ajustando a Sapatilha”, a obra de arte foi roubada na segunda-feira da casa do colecionador cipriota de 70 anos. A obra, com as dimensões 61 centímetros por 47 centímetros, não estava abrangida por um seguro.

Na mesma ocasião, foram roubados sete relógios de ouro e três binóculos de ópera igualmente de ouro, avaliados em 157.000 euros.

De acordo com as informações citadas pelas agências internacionais, esta obra de Degas é a mais valiosa pintura alguma vez roubada no território cipriota, onde os roubos de peças de arte são raros.

A polícia local informou entretanto que prendeu um suspeito do roubo, um cipriota de 44 anos, e que procura outros dois, um sul-africano e um russo. Os três homens conheciam aparentemente o colecionador septuagenário.

Edgar Degas (1834-1917) é um pintor e escultor francês que é considerado como uma das principais figuras do movimento impressionista. Uma parte das suas obras retrata bailarinas em diferentes ângulos e em diversas posses.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.