Pilotos mantêm paralisação porque empresa não deu "contrapartidas suficientes"

Pilotos mantêm paralisação porque empresa não deu "contrapartidas suficientes"

 

Lusa/AO Online   Economia   30 de Abr de 2015, 19:41

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) mantém a greve que se inicia à meia-noite, considerando que a administração da TAP não deu as "contrapartidas suficientes" para recuar na paralisação.

"Não temos as contrapartidas suficientes", disse em conferência de imprensa o diretor do SPAC, Hélder Santinhos, depois de ter afirmado que a greve de 10 dias dos pilotos da TAP e da Portugália se inicia mesmo à meia-noite.

As dúvidas colocaram-se depois de alguns elementos da direção do SPAC terem estado reunidos com o presidente da TAP, Fernando Pinto, durante a tarde de hoje e pouco antes do início desta conferência de imprensa do SPAC.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.