Pilotos da easyJet em Portugal passam a ter acordo de contratação coletiva

Pilotos da easyJet em Portugal passam a ter acordo de contratação coletiva

 

LUSA/AO online   Economia   30 de Jun de 2017, 14:16

A easyJet e Sindicato de Pilotos da Aviação Civil (SPAC) anunciaram hoje o primeiro acordo de contratação coletiva para os pilotos ao serviço da companhia aérea britânica em Portugal que, realçam, eleva as condições de trabalho destes profissionais

Em comunicado conjunto, a easyJet e o SPAC afirmam que "o acordo de empresa agora assinado possibilita a elevação das condições de prestação do trabalho dos pilotos da base portuguesa da easyJet (atuais e futuros)", o que, acrescentam, "vem colocar a easyJet em melhor posição para atrair e recrutar pilotos com um nível qualitativo mais elevado, bem como com uma maior experiência profissional o que se traduzirá, inevitavelmente, numa maior qualidade da sua operação".

Após cinco anos de operação na base easyJet em Portugal - primeiro em Lisboa e posteriormente no Porto -, foi, recentemente, estabelecido um princípio de entendimento entre o SPAC e a companhia, que possibilitou a criação do primeiro Acordo de Empresa (AE) na jurisdição portuguesa.

O referido acordo, explicam, "vem oferecer aos pilotos da easyJet a estabilidade e o enquadramento laboral necessários para que possam, com tranquilidade, empenhar-se diariamente na execução de trabalho de qualidade", enquanto "a companhia passa a dispor da base de planeamento que necessita para, de uma forma competitiva e eficiente continuar a fazer crescer a sua operação em Portugal para os níveis que há muito almeja".

O diretor-geral da easyJet para Portugal, Espanha e Países Baixos, Javier Gandara, defende que o Acordo de Trabalho "reafirma a intenção de garantir condições justas e competitivas para os pilotos no mercado em que operam".

O presidente da direção do SPAC, David Paes, manifesta "uma palavra de reconhecimento pelo nível de responsabilidade social evidenciados pela easyJet na condução deste tema, salientando a elevadíssima importância de que se reveste a contratação coletiva na atividade profissional de piloto comercial de linha aérea".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.