Piedade Lalanda apela à cidadania inclusiva

Piedade Lalanda apela à cidadania inclusiva

 

Ana Carvalho Melo   Regional   20 de Dez de 2012, 14:24

A Secretária Regional da Solidariedade Social apelou esta quinta-feira à cidadania inclusiva, defendendo a importância de que "ninguém fique escondido por doença, idade, deficiência, nada que possa limitar a cidadania".

“O vosso corpo pode não acompanhar as vossas mentes e espírito, não obedecer àquilo que queriam que ele fizesse, mas das vossas cabeças ninguém vos tira o tesouro das vossas vidas, o que viveram e as pessoas que amam e que vos amam. Isto continua dentro de vós e é o mais importante”, afirmou Piedade Lalanda, em Ponta Delgada, no almoço de Natal da Associação Atlântica de Apoio ao Doente Machado-Joseph.

A Secretária Regional, que considerou “muito importante” o trabalho desenvolvido pela Associação, manifestou solidariedade com esta missão e assegurou a disponibilidade do Governo dos Açores para “manter esta resposta social”.

A Associação Atlântica de Apoio ao Doente Machado-Joseph presta apoio a cerca de 50 pessoas, estimando que existam 99 doentes de Machado-Joseph na Região Autónoma dos Açores.

Esta doença, hereditária, progressiva e degenerativa, resulta de uma alteração genética e leva a uma grande incapacidade motora, sem nunca alterar o intelecto.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.