PGR diz que lista ligada ao grupo extremista Estado Islâmico está a ser avaliada

PGR diz que lista ligada ao grupo extremista Estado Islâmico está a ser avaliada

 

Lusa/AO Online   Nacional   10 de Mar de 2016, 17:22

A procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, disse hoje, no Porto, que a lista com dados de elementos ligados ao grupo extremista Estado Islâmico está a ser avaliada.

 

“Esses dados estão a ser avaliados no âmbito dos processos que já existem sobre essa matéria”, disse Joana Marques Vidal, à margem da conferência “Arte e Cidadania – Diálogos em Contexto Prisional”.

A televisão britânica Sky News revelou ter recebido, das mãos de um jihadista arrependido, milhares de documentos do autoproclamado Estado Islâmico com os nomes de milhares de combatentes, incluindo contactos telefónicos ativos e moradas.

Segundo a estação televisiva, a documentação recebida contém nomes de cidadãos de pelo menos 51 nacionalidades diferentes que se juntaram ao grupo extremista.

A procuradora-geral da República realçou que a cooperação internacional no combate ao terrorismo é “profícua e constante”.

E sustentou: “Em Portugal, existem entidades que têm como responsabilidades o combate ao terrorismo, que atuam em coordenação entre si e que, como é claro, têm uma relação com as autoridades com as mesmas responsabilidades noutros países europeus, sendo essa cooperação fundamental”.

Questionada pelos jornalistas sobre se a preocupa que a lista tenha potenciais alvos portugueses, Joana Marques Vidal vincou que o que a preocupa é o terrorismo.

As autoridades terão tido acesso a mais de 22 mil impressos que os candidatos teriam de preencher para ser aceites no Daesh e contêm informação sobre cidadãos de 51 países.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.