Crédito

Peso da dívida vencida aumentou mais de 35% desde 2008


 

Lusa/AO online   Economia   19 de Dez de 2011, 16:25

A capacidade de recuperação de dívidas vencidas, cujo peso no crédito das famílias portuguesas aumentou 35 por cento desde 2008, atingiu valores historicamente baixos, indica o último barómetro da Equifax.
De acordo com o último relatório trimestral desta empresa, especializada em análise de crédito, a evolução das perspectivas de recuperação de dívidas com mais de 90 dias de incumprimento são bastante negativas, verificando-se “uma forte degradação na capacidade dos particulares em saldar o crédito".

As operações classificadas com alta probabilidade de recuperação têm vindo a diminuir e representam agora menos de 50 por cento face a 2008, tendência que deve agravar-se no próximo ano.

Segundo a Equifax, a zona Sul do país (Beja, Évora, Faro, Portalegre e Setúbal) é a que apresenta maior risco de incumprimento, enquanto a região das ilhas está no extremo oposto.

Os índices são extraídos da base de dados de informação creditícia das financeiras da Equifax e trabalhados trimestralmente.

O índice do peso da dívida vencida traça a evolução histórica (em base 100) do peso da dívida vencida no total do crédito concedido.

O índice da evolução das perspectivas de recuperação das dívidas em incumprimento refere-se à evolução histórica (em base 100) da perspectiva de recuperabilidade de operações com dívida vencida através da análise da segmentação da mesma em várias classes (baixa, muito baixa, média, alta e muito alta).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.