Haiti/Sismo

Peritos norte-americanos apelam a "cultura de risco"na reconstrução


 

Lusa / AO online   Internacional   29 de Mar de 2010, 15:58

A Conferência Internacional de Doadores para o Haiti, que decorre na quarta-feira em Nova Iorque, deverá fomentar uma “cultura de risco” em todas as fases da reconstrução do país, recomendou um painel norte-americano de peritos.
As conclusões do painel de cerca de 100 cientistas, engenheiros, planificadores urbanos e outros técnicos, do governo norte-americano, universidades, empresas ou organizações não-governamentais foram divulgadas no fim-de-semana e serão encaminhadas para a Conferência de 31 de Março, nas Nações Unidas.

“A devastação causada pelo terramoto de 12 de Janeiro no Haiti vem sublinhar a necessidade de operacionalizar o princípio de redução de risco de desastre e incorporar a mitigação de desastres em todos os aspectos da reconstrução”, refere o painel do seminário “Reconstruir para a Durabilidade: Como a Ciência e a Engenharia Podem Esclarecer a Reconstrução do Haiti”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.