Peritos debatem delinquência juvenil


 

Lusa/AO On Line   Nacional   24 de Nov de 2010, 05:48

A criminalidade juvenil em contexto urbano é o principal enfoque do 72.º Curso Internacional de Criminologia, que decorre entre hoje e sábado, no Porto, sob organização da Sociedade Internacional para a Criminologia.

“É um tema de grande interesse, que tem sido muito discutido não só na área científica mas também pelos poderes de decisão”, disse Rita Faria, professora da Escola de Criminologia da Faculdade de Direito do Porto.

Durante o segundo dia de trabalhos, a Escola de Criminologia vai dar a conhecer alguns resultados de um estudo empírico sobre delinquência juvenil nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, adiantou Rita Faria.

Já na sexta feira, terceiro dia de trabalhos, a Escola pretende divulgar estudos próprios sobre segurança urbana no Porto, acrescentou a docente, sem avançar pormenores.

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, anunciou, em março de 2008, a criação de um observatório da criminalidade juvenil nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, coordenado por Cândido Agra, da Escola de Criminologia do Porto.

"Queremos saber quais são os fatores de risco que podem levar os jovens a carreiras criminosas, no sentido de as prevenir", explicou então o titular da pasta Administração Interna.

Em abril seguinte, a Câmara do Porto anunciou uma parceria com a Escola de Criminologia da Faculdade para analisar os problemas sociais, o sentimento de insegurança e a taxa de criminalidade na cidade.

De acordo com a docente Rita Faria, o 72.º Curso Internacional de Criminologia será igualmente “uma oportunidade” para conhecer experiências de outros países na área da delinquência juvenil, sobressaindo os testemunhos de especialistas de França, Grécia, América do Sul, Canadá, Alemanha, País Basco espanhol e Suíça.

A Sociedade Internacional para a Criminologia, que organiza estes cursos desde 1952 e que promoveu o seu próximo congresso no Japão em 2011, é uma rede mundial de investigadores criminólogos com sede em Paris.

A abertura do curso estará a cargo de Jorge Figueiredo Dias, da Sociedade Internacional para a Criminologia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.