Percentagem de empresas com trabalho em inovação caiu em 2010-2012 na UE


 

Lusa/AO online   Economia   21 de Jan de 2015, 11:35

A percentagem de empresas que desenvolvem atividades na área da inovação caiu para 48,9% na União Europeia (UE) no período 2010-2012, abaixo dos valores de 2008-2010 e de 2006-2008, e Portugal acompanhou a tendência, divulgou o Eurostat.

De acordo com o gabinete oficial de estatísticas da UE, entre 2010 e 2012 menos de metade das empresas (48,8%) com pelo menos dez funcionários desenvolveram atividades no campo da inovação, número que compara com os 58,2% registado em 2008-2010 e os 51,5% de 2006-2008.

Em Portugal, apesar de no período 2010-2012 continuarem a ser mais de metade as empresas que lidaram com inovação (54,6%), também se verificou uma quebra quando comparado com os dois biénios anteriores: 60,3% em 2008-2010 e 57,8% em 2006-2008.

As atividades de inovação referem-se tanto a produtos e processos quanto a organização e 'marketing'.

Entre 2010 e 2012, a inovação em empresas na UE disse principalmente respeito à organização (27,5% de todas as empresas), seguida de marketing (24,3%), produtos (23,7%) e processos (21,4%).

No período 2010-2012, a maior proporção de empresas que desenvolveram atividades na área da inovação foi registada na Alemanha (66,9%), no Luxemburgo (66,1%) e na Irlanda (58,7%).

No extremo oposto, a Roménia (20,7%), a Polónia (23%) e a Bulgária (27,4%) são os países com menor percentagem de empresas com trabalho na área da inovação.

O Reino Unido, Letónia, Hungria e Malta são os Estados-membros cujas empresas inverteram a tendência europeia de quebra.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.