China

Pequim libertou três dos quatro japoneses que interrogava


 

Lusa/AO online   Internacional   30 de Set de 2010, 12:40

A China libertou três dos quatro Japoneses que interrogava por terem entrado sem autorização numa zona militar e terem filmado instalações sensíveis, revelou a agência Nova China, em plena crise diplomática entre os dois vizinhos.
Os três Japoneses “foram libertados quinta-feira (hoje) de manhã após terem admitido que violaram a lei chinesa”, revelou a agência oficial.

A Nova China acrescentou que prossegue o inquérito ao quarto japonês, Sada Takahashi, interrogado por “ter filmado ilegalmente instalações militares”.

A interpelação dos quatro Japoneses teve lugar numa altura de grande tensão entre Pequim e Tóquio, após a apreensão, a 07 de Setembro, de uma embarcação de pesca chinesa no mar da China oriental, numa zona controlada pelo Japão mas reivindicada por Pequim.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.