Penafiel inova com ciclismo nas escolas como atividade extracurricular

Penafiel inova com ciclismo nas escolas como atividade extracurricular

 

Lusa/AO online   Outras modalidades   5 de Fev de 2018, 16:21

Cerca de 1.300 crianças de 40 escolas de Penafiel vão ter nas suas Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) a prática de ciclismo, no âmbito de um projeto apresentado esta segunda-feira e que a câmara diz ser inovador em Portugal.

A ideia surgiu no contexto do orçamento participativo e foi acarinhada pela Câmara de Penafiel, que se prontificou a adquirir os equipamentos necessários, explicou hoje à Lusa o presidente Antonino Sousa, falando de um investimento de cerca de 50.000 euros.

"Todo o nosso município vai ter esta atividade presente nas escolas", acrescentou, frisando o caráter inovador do projeto em termos nacionais.

O projeto já está no terreno, um pouco por todo o concelho, e envolve técnicos qualificados da escola de ciclismo da Associação Desportiva e Recreativa Ases de Penafiel (ADRAP), uma das mais antigas e prestigiadas do país, explicou à Lusa Joaquim Ferreira, o presidente da coletividade.

O dirigente acrescentou que, diariamente, vão estar três carrinhas no terreno e cada uma visitará três escolas. Nas viaturas seguirão professores de educação física, assistentes e 15 bicicletas adequadas ao tamanho das crianças (alunos do terceiro e quarto anos do ensino básico), além de equipamentos como capacetes, cotoveleiras e joelheiras.

A comissária da atividade será uma psicóloga e antiga atleta da ADRAP.

Cada aula contará com momentos teóricos e práticos e terá a duração de hora e meia.

Desde 03 de janeiro, as equipas de técnicos de ciclismo visitaram todas as escolas do concelho e deixaram informação sobre o projeto.

"Logo no primeiro contacto, a recetividade das crianças foi excelente", comentou, destacando a alegria dos alunos quando veem chegar as carrinhas com as bicicletas.

Nesta atividade, os alunos aprendem a andar de bicicleta de forma segura, o que constitui um dos principais objetivos do projeto, a par com o estímulo à atividade física e ao uso da bicicleta.

À Lusa, o presidente da ADRAP disse estar entusiasmado com esta ideia e confessou ter a esperança de que deste projeto possam sair futuros campeões de ciclismo de competição.

"Os que gostarem mais poderão inscrever-se nas nossas escolinhas para podem praticar a modalidade", referiu.

Por seu turno, o presidente da câmara destacou a importância da atividade enquanto elemento de promoção da atividade física junto dos mais novos e do gosto pela bicicleta.

Antonino Sousa recorda que o município está a investir na mobilidade, nomeadamente em infraestruturas que promovam o transporte amigo do ambiente, como a bicicleta.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.