Pelo menos 51 mortos e mais de 250 feridos em vários atentados

Pelo menos 51 mortos e mais de 250 feridos em vários atentados

 

lusa/AO Online   Internacional   9 de Set de 2012, 15:41

Pelo menos 51 pessoas morreram e mais de 250 ficaram feridas numa série de atentados ocorridos desde a madrugada no Iraque, adiantaram hoje fontes policiais e médicas.

 

O ataque mais sangrento ocorreu hoje de manhã num mercado na proximidade do mausoléu do imã xiita Ali al-Charki, no sul do Iraque.

Dois atentados com carros armadilhados mataram 14 pessoas e feriram 60 outras, segundo fontes médicas e dos serviços de segurança.

Em Kirkuk, 250 quilómetros a norte de Bagdade, a explosão de um carro armadilhado à entrada de um centro de recrutamento da polícia causou a morte a pelo menos oito pessoas.

A explosão soma-se a um ataque armado contra um posto de controlo militar ocorrido durante a passada madrugada e que matou 11 pessoas, entre as quais dois oficiais do Exército, e feriu oito soldados, na localidade de Balad, 80 quilómetros a norte de Bagdade.

Fontes locais explicaram que os atacantes usaram armas com silenciador e colocaram no local vários explosivos que rebentaram quando chegaram reforços militares à zona.

Pelo menos quatro civis morreram e outros seis ficaram feridos no rebentamento consecutivo de dois artefactos próximo do consulado francês no centro da cidade de Nasiriya, 350 quilómetros a sul da capital.

Duas outras pessoas morreram e sete ficaram feridas na explosão de um carro armadilhado que estava estacionado próximo da sede da Frente Turcomana Iraquiana em Tel Afar, 70 quilómetros a oeste de Mosul, no norte do país.

A estas vítimas soma-se um oficial da polícia e um civil que morreram devido a uma explosão quando se dirigiam a casa de um soldado, na zona militar de Suleiman Bik, em Tuz, onde horas antes tinha explodido um artefacto sem causar vítimas.

Ainda em Tuz, dois seguranças do autarca local e nove civis sofreram ferimentos quando um carro armadilhado explodiu à passagem da comitiva.

Outro veículo carregado de explosivos rebentou num bairro industrial de Al Huweiya, a 65 quilómetros de Kirkuk, ferindo três civis.

O Iraque tem registado nos últimos meses uma escalada de violência com frequentes ataques dirigidos contra as forças de segurança.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.