Pedro Proença justifica jogos em dia de eleições com regulamentos e prazos a cumprir

Pedro Proença justifica jogos em dia de eleições com regulamentos e prazos a cumprir

 

LUSA/AO online   Futebol   17 de Set de 2015, 14:07

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, justificou hoje a marcação de jogos para o domingo das eleições legislativas, a 4 de outubro, com a necessidade de se fazer cumprir regulamentos e prazos

Pedro Proença, questionado sobre as potenciais implicações que possam advir do facto de quatros jogos da sétima jornada da I Liga decorrerem no dia das eleições, referiu que a LPFP fez todos os possíveis para que não se realizassem jogos no domingo.

“A Liga é uma organização que tem que fazer cumprir os regulamentos internacionais e nacionais e aquilo que nós fizemos foi, percebendo que esta era uma situação absolutamente extraordinária, tentar que não houvesse jogos no domingo”, referiu.

O dirigente adiantou que deu todas as explicações que entendeu necessárias e que acha que qualquer pessoa perceberá que há competições antes do dia das eleições e que têm que ser cumpridas horas de descanso dos atletas, que entram na manhã de segunda-feira ao serviço das seleções.

“Havia que fazer cumprir todos estes prazos regulamentares e a Liga, em concordância com os clubes, chegou ao único prazo que havia e que era o de marcar alguns jogos para o domingo”, adiantou Pedro Proença.

União da Madeira-Benfica, Sporting de Braga-Arouca, FC Porto-Belenenses e Sporting-Vitória de Guimarães são os jogos da sétima jornada da I Liga que decorrerão no domingo das eleições legislativas.

“Obviamente que fazemos e faremos sempre um apelo ao voto. Criámos todas as condições para que isso aconteça e apelamos a todos os portugueses que no domingo [04 de outubro] votem”, disse ainda Pedro Proença, que falava à margem da apresentação da primeira transmissão de futebol em realidade virtual.

O jogo de domingo entre o FC Porto e o Benfica, no Estádio do Dragão - de acordo com a LPFP - será o primeiro em todo o mundo a ser transmitido ao vivo, com multicâmaras, através dos óculos de realidade virtual Gear VR, que permite ao utilizador a possibilidade de usufruir de uma experiência imersiva de 360 graus.

Esta tecnologia inovadora e pioneira, para já apenas disponível numa loja da marca Samsung no Fórum Almada, mas que dá corpo a um projeto a implementar num futuro próximo, já foi testada por Pedro Proença, que considerou a experiencia “extraordinária”.

“É realmente um grande impacto ver o jogo por este sistema. Vê-se o jogo de uma forma verdadeiramente diferente”, constatou Pedro Proença, que não escondeu a sua surpresa mesmo tendo em conta que, enquanto árbitro, via os jogos dentro das quatro linhas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.