Pedro Catarino aconselha prudência aos Açores

Regional /
Pedro Catarino

1149 visualizações   

O representante da República nos Açores, Pedro Catarino, aconselhou hoje "prudência e sabedoria" na reavaliação da presença norte-americana no arquipélago, recordando que as relações entre os EUA e a Região não se resumem à Base das Lajes.
 

Espero sinceramente que esta problemática seja tratada com toda a prudência e sabedoria, que toda uma longa relação histórica e as presentes circunstâncias aconselham", afirmou Pedro Catarino, que falava na sessão de encerramento do III Fórum Franklin Roosevelt, que decorreu na Horta, Faial, numa iniciativa da Fundação Luso-Americana.

Na sua intervenção, Pedro Catarino considerou que "há muito que pode e deve ser feito" para "preservar essa relação privilegiada" e "manter os benefícios que dela têm resultado para os Açores", desde que haja um "esforço sincero e vontade política".

O representante da República nos Açores defendeu, por outro lado, a necessidade de um "enquadramento jurídico bem estruturado, claro, simples e estável", que defina as intervenções que podem e devem ser feitas em águas nacionais.

Diário de Notícias Dinheiro Vivo Jornal de Notícias Notícias Magazine O Jogo TSF Volta ao Mundo Açoriano Oriental DN Madeira Jornal do Fundão