PCP interpela hoje o governo sobre privatizações


 

Lusa/AO On Line   Nacional   6 de Mai de 2010, 06:36

O PCP vai hoje fazer uma interpelação ao Governo, na Assembleia da República, sobre as privatizações previstas no Programa de Estabilidade e Crescimento.

Com o objetivo de fazer entrar nos cofres do Estado 1,2 mil milhões de euros só em 2010 e mais 6 mil milhões de euros até 2013, o Governo pretende alienar a sua participação em 18 empresas, sete na totalidade e 11 parcialmente.

O Governo pretende alienar a totalidade da sua participação em sete empresas. Deste pacote faz parte o Banco Português de Negócios (BPN), nacionalizado em 2008, na empresa de papel INAPA, na mineira Sociedade Portuguesa de Empreendimentos, na energética Hidroeléctrica de Cahora Bassa, bem com na Edisoft, na EID e na Empordef - Tecnologias de Informação, todas do sector da defesa.

A privatização parcial está prevista no caso da GALP, EDP, REN, TAP, ANA, CTT, Estaleiros Navais de Viana do Castelo, o sector dos seguros da Caixa Geral de Depósitos. No caso dos etor ferroviário, está prevista a privatização da CP-Carga e da EMEF, responsável pela manutenção de equipamento ferroviário e será atribuída a uma empresa externa a exploração das linhas da CP.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.