PCP defende compra pelo Estado do espólio de O Primeiro de Janeiro


 

Lusa / AO online   Nacional   20 de Abr de 2010, 12:48

O PCP apresentou na Assembleia da República um requerimento no qual defende a compra, pelo Estado, dos arquivos fotográfico e histórico do jornal ‘O Primeiro de Janeiro’, colocados à venda pelo tribunal de Gaia e avaliados em mais de 200 mil euros.
Dado “o interesse histórico para o país, e muito particularmente para o distrito do porto, importa tomar medidas para salvaguardar este património e garantir que este fica no domínio público”, sustenta o Partido Comunista no documento a que a Lusa teve acesso e que foi apresentado sexta-feira no Parlamento.

O documento destaca a recente publicação de um anúncio “no qual se dá conta que está à venda um conjunto de bens do jornal ‘O Primeiro de Janeiro’”, salientando que a data para apresentação de propostas termina no próximo dia 27 de Abril, pelo que “importa, com urgência, questionar o Ministério da Cultura”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.