Passos não manifesta "grandes expectativas" para reunião do Eurogrupo sobre Grécia

Passos não manifesta "grandes expectativas" para reunião do Eurogrupo sobre Grécia

 

Lusa/AO online   Economia   20 de Abr de 2015, 15:19

O primeiro-ministro português não quis manifestar "grandes expectativas" para a reunião do Eurogrupo desta sexta-feira sobre a Grécia, manifestando dúvidas sobre se será ou não alcançado o resultado desejado.

 

"Eu não quero adiantar grandes expectativas para a reunião do Eurogrupo. Espero sinceramente que seja possível chegar a um processo bem-sucedido no que respeita a tudo o que envolve o problema grego. Era útil para todos, com certeza para a Grécia, e para a União Europeia, que os trabalhos que têm vindo a ser desenvolvidos e que permitirão identificar medidas que ajudem a fechar o programa grego possam ser alcançados", declarou Pedro Passos Coelho.

Em conferência de imprensa, no final da XII Cimeira Luso-Marroquina, em Lisboa, o primeiro-ministro português acrescentou: "Não sei evidentemente se iremos ou não ser capazes de atingir esse resultado que todos desejamos. Mas o melhor que posso fazer é não acrescentar qualquer espécie de ruído em torno do que se pode ou não pode fazer".

Passos Coelho referiu ainda que "o presidente do Eurogrupo tem informação qualificada, bem como o presidente do Banco Central Europeu, o presidente da Comissão Europeia, têm vindo a chamar a atenção para a necessidade de trabalhar mais para se chegar a um bom resultado", concluindo: "Não vejo nenhuma necessidade de acrescentar alguma coisa àquilo que eles têm dito nessa matéria".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.