OE2011

Passos diz que "valeu a pena" acordo mas "pior está para vir"

Passos diz que "valeu a pena" acordo mas "pior está para vir"

 

Lusa/AO online   Nacional   31 de Out de 2010, 18:51

Pedro Passos Coelho defendeu hoje que “valeu a pena” tentar alterar a proposta de Orçamento do Estado para 2011, afirmando que foi possível “dar a volta” aos aspetos “mais gravosos” mas alertou que “o pior está para vir”.

“Não ficámos com um bom Orçamento mas demos a volta a alguns dos seus aspectos mais gravosos para as famílias e empresas, ao mesmo tempo que abrimos maiores garantias para o futuro próximo em matéria de encargos financeiros com grandes obras e de transparência e credibilidade de políticas orçamentais”, considerou Pedro Passos Coelho. Numa mensagem publicada na sua página do Facebook, Passos Coelho considerou que “valeu a pena esperar pela sua apreciação e tentar a sua alteração”. O líder do PSD disse saber “bem que a certeza da viabilização do Orçamento põe fim a uma inquietação grande que foi crescendo à medida que as pessoas se foram apercebendo melhor da situação de pré-desastre financeiro para que o país foi encaminhado”.  No primeiro comentário ao acordo de viabilização entre o Governo e o PSD, Pedro Passos Coelho antecipou que “o caminho em Portugal será estreito e que o pior está ainda para vir”. No entanto, acrescentou, “vale a pena não ficar a dizer mal das perspetivas futuras nem ficar agarrado ao pessimismo entregando os pontos sem lutar por fazer melhor”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.