Passos Coelho diz olhar "com bons olhos" apelo de PR aos compromissos


 

AO/Lusa   Nacional   5 de Out de 2014, 14:01

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, considerou este domingo que a intervenção do Presidente da República nas comemorações do 5 de Outubro foi "bastante útil e apropriada", dizendo "olhar com bons olhos" o apelo ao compromisso.

 

"Ouvi com muita atenção a intervenção do senhor Presidente da República. Creio que ele expressou preocupações que são de todos os portugueses", disse Passos Coelho, aos jornalistas, à margem de um almoço com a Associação de Jovens Empresários (ANJE), em São Bento.

No entender do chefe do Governo, "foi uma intervenção bastante útil e apropriada no dia de hoje", em que se celebram os 104 anos da República.

"O apelo que o senhor Presidente da República fez a um espírito de diálogo e de compromisso entre os políticos, mas não só, entre as organizações da sociedade civil, é um apelo que olho sempre com bons olhos porque as nossas diferenças entre partidos, entre organizações sindicais, entre a sociedade civil, não perdem se soubermos sempre identificar um núcleo de questões que nos unem enquanto nação e esse espírito para trabalhar em torno desses compromisso é muito importante", reforçou Passos Coelho.

No seu discurso nas comemorações oficiais do 5 de Outubro, o Presidente da República, Cavaco Silva, pediu uma cultura de compromisso político por parte das forças políticas considerando que, caso contrário, há um risco de implosão do atual sistema partidário português.

O chefe de Estado propôs ainda uma reflexão urgente sobre o regime político português, destinada a encontrar soluções para os problemas de governabilidade.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.