Passos Coelho afirma que Lula da Silva não tentou "meter nenhuma cunha"

Passos Coelho afirma que Lula da Silva não tentou "meter nenhuma cunha"

 

Lusa/AO online   Nacional   20 de Jul de 2015, 15:06

O primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, afirmou que o ex-presidente do Brasil, Lula da Silva, nas três ocasiões em que se reuniram, não tentou "meter nenhuma cunha" a favor da Odebrecht ou de outra empresa brasileira.

 

"O ex-presidente Lula da Silva não me veio meter nenhuma cunha para nenhuma empresa brasileira. Para ser uma coisa que toda a gente perceba direitinho, é assim. Não me veio dizer: há aqui uma empresa que eu gostava que o senhor, se pudesse, desse ali um jeitinho. Isso não aconteceu. E nem aconteceria, estou eu convencido, nem da parte dele, nem da minha parte", afirmou Pedro Passos Coelho.

Em resposta aos jornalistas, no final de uma conferência, num hotel de Lisboa, o chefe do executivo PSD/CDS-PP adiantou que não recebeu nenhum pedido de informações das autoridades judiciais brasileiras sobre este assunto: "Não, nenhum".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.