Verão

Parques de campismo esperam quebras ligeiras na procura

Parques de campismo esperam quebras ligeiras na procura

 

Lusa / AO online   Nacional   12 de Jul de 2010, 11:01

Os parques de campismo devem reflectir este ano uma diminuição na procura devido à crise, que no entanto não deverá afectar os alojamentos em bangalôs, de acordo com alguns responsáveis por parques.
Se a Orbitur, que detém 12 parques de campismo, espera alcançar este verão os mesmos números do ano passado, já o Camping de Porto Covo e o parque de campismo de Albufeira estão preparados para uma descida.

A Orbitur espera uma ocupação semelhante à do ano anterior - um milhão e cem mil dormidas - eventualmente com um “ligeiro crescimento das vendas totais, de campismo e de unidades de alojamento”.

O equilíbrio em termos de negócio total, refere Beatriz Santos, da empresa, pode resultar do aumento de oferta de unidades de alojamento (bangalôs e caravanas residenciais).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.