Parlamento dos Açores viabiliza realização de touradas em dias de eleições

Parlamento dos Açores viabiliza realização de touradas em dias de eleições

 

Lusa/AO online   Regional   23 de Mar de 2018, 14:14

A Assembleia Legislativa dos Açores aprovou hoje uma alteração proposta pela bancada do PS que elimina a proibição de se realizaram espetáculos tauromáquicos no arquipélago em dias de eleições.

A proposta socialista gerou grande contestação entre os partidos da oposição, que temem que esta eliminação possa gerar uma maior abstenção, sobretudo nas ilhas da Terceira, Graciosa e São Jorge, onde existe uma maior tradição na realização de touradas à corda.

Mas André Bradford, líder parlamentar socialista, disse estar convicto de que os açorianos são cidadãos esclarecidos e que podem fazer "duas coisas ao mesmo tempo".

"As pessoas são capazes de dar concretização às suas obrigações cívicas, ao mesmo tempo que também são capazes de viver as suas tradições. Nós achamos que os açorianos são capazes de fazer as duas coisas ao mesmo tempo", insistiu o parlamentar socialista.

Artur Lima, do CDS, lembra que os aficionados das touradas, em especial na ilha Terceira, vivem muito esta tradição, ao ponto de saírem de casa cedo para assistirem a espetáculos tauromáquicos noutras freguesias, situação que poderá afastar as pessoas dos atos eleitorais.

César Toste, da bancada do PSD, também disse não ter dúvidas de que, "se houver uma tourada, menos pessoas vão votar" nesse domingo, recordando que existe mesmo experiência disso no passado.

Já Zuraida Soares, do Bloco de Esquerda, entende que esta proposta do PS pretende apenas "servir interesses partidários", e ao mesmo tempo, fazer os deputados de "tolos".

Também Paulo Estevão, do PPM, contestou a proposta socialista, advertindo que a realização de touradas em dia de eleições, pode mesmo gerar problemas de segurança.

"Se o edifício onde se irá proceder o ato eleitoral, estiver no perímetro da tourada, isso irá significar até um risco para as pessoas que querem votar", realçou o parlamentar monárquico.

Apenas o PCP não participou neste debate.

Apesar da contestação de quase toda a oposição, a proposta da bancada da maioria socialista foi aprovada, permitindo, assim, que se possam realizar touradas em dia de eleições.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.