Parlamento dos Açores inicia debate do orçamento regional para 2015

Parlamento dos Açores inicia debate do orçamento regional para 2015

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Nov de 2014, 06:19

O plenário do parlamento açoriano começa esta terça-feira a debater o Plano e Orçamento dos Açores para 2015, que terminará na sexta-feira, com a votação dos documentos, que têm aprovação garantida pela maioria socialista.

 

Este é o terceiro Plano e Orçamento do Governo Regional do socialista Vasco Cordeiro, mas será o primeiro que terá o voto contra do PSD, que nos dois anteriores optou pela abstenção.

O PSD diz que os documentos são "mais do mesmo", o que levou a região a ostentar hoje os piores indicadores nacionais a nível da pobreza, desemprego e resultados escolares. Ainda assim, o partido apresentou dez propostas de alteração.

Já o CDS-PP disse que a orientação do seu voto depende da aceitação, pela maioria socialista, de propostas do partido, ao longo do debate parlamentar.

O BE, por seu turno, revelou já que se opõe ao Plano e Orçamento tal como está, mas se forem aprovadas cinco propostas que apresentou, admite votar favoravelmente a versão final dos documentos.

Também o PCP condenou a proposta de Plano e Orçamento dos Açores, por persistir na "política errada" que tem seguido o Governo Regional e que teve como resultado a maior taxa de desemprego do país, prometendo apresentar, esta semana, "um conjunto vasto de propostas".

Quanto ao PS, mostrou disponibilidade para avaliar e acolher propostas da oposição ao Plano e Orçamento. Isto apesar de considerar que os documentos propostos pelo executivo respondem "da melhor forma às necessidades" do futuro do arquipélago, "quer na perspetiva conjuntural, quer estrutural".

Os socialistas também já lamentaram e disseram estranhar o voto contra do PSD, “agora que o desemprego começa a baixar” nos Açores.

O PPM ainda não revelou qualquer posição em relação aos documentos.

A proposta de orçamento entregue pelo Governo de Vasco Cordeiro aos deputados ascende a 1.187 milhões de euros e confirma um aumento do investimento público em 13%, relativamente a este ano, ascendendo aos 731 milhões de euros.

As maiores dotações voltam a ser para a Saúde e a Educação, destino de 46,8% do total da despesa pública açoriana prevista para 2015. No entanto, no que toca a "despesas de investimento", a maior fatia vai de novo para a Secretaria do Turismo e Transportes (28,7% do total).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.