Parlamento condena ataques terroristas em todo o mundo

Parlamento condena ataques terroristas em todo o mundo

 

Lusa/AO online   Regional   13 de Jan de 2015, 11:09

O parlamento dos Açores aprovou, por unanimidade, um voto de pesar pela morte de todas as vítimas de grupos radicais e atentados terroristas, seja na Europa ou na África ou em qualquer parte do mundo.

Os deputados açorianos começam por lembrar, no texto, o atentado em França, na semana passada, contra o jornal Charlie Hebdo.

"Este atentado, o mais grave em solo francês nos últimos 50 anos, é também um ataque à democracia plena, à liberdade de pensamento e à memória de todos aqueles, que ao longo dos séculos, viveram, morreram, foram presos e torturados para que hoje possamos viver em liberdade, nesta sociedade cada vez mais global e que não pode ficar refém e amordaçada por grupos fundamentalistas", lê-se no voto de pesar.

Para os deputados do parlamento dos Açores, a indignação contra o ataque ao jornal de Paris deve estender-se aos "atentados que atingiram, nos últimos dias, a cidade de Baga na Nigéria, ou o Nordeste dos Camarões, e que mataram milhares de pessoas", manifestando solidariedade a "todos aqueles que são vítimas de grupos radicais, seja na Europa ou na África ou em qualquer parte do Mundo".

"A defesa dos direitos humanos é assim cada vez mais imperiosa e deve fazer parte da nossa ação política e social", continua o texto, que pretende ser também um "tributo à memória dos trabalhadores do Charlie Hebdo e de todas as vítimas dos atentados terroristas" e que será enviado à embaixada de França em Portugal e ao jornal francês.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.