EUA

Paquistão, Afeganistão e ISAF lamentam morte de Holbrooke


 

Lusa/AO online   Internacional   14 de Dez de 2010, 10:47

Os Presidentes paquistanês e afegão lamentaram esta terça-feira a morte do diplomata Richard Holbrooke, enviado dos Estados Unidos para os dois países, mas Islamabad classificou-o como «amigo» e Cabul falou numa «perda para o povo norte-americano».
O enviado especial dos Estados Unidos para o Afeganistão e o Paquistão, Richard Holbrooke, morreu na segunda-feira à noite devido a complicações depois de ser submetido a uma intervenção cirúrgica ao coração, disse o Departamento de Estado.

O «Paquistão perdeu um amigo», declarou o chefe de Estado paquistanês, Asif Ali Zardari, em comunicado sobre a morte do enviado do Presidente norte-americano, Barack Obama, para o Paquistão e o Afeganistão.

Holbrooke «desempenhou um papel-chave na na diplomacia internacional para instaurar a paz na Bósnia e para combater os militantes (islâmicos) na nossa região», salientou Asif Ali Zardari em comunicado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.