Papa pede às forças de segurança para promoverem a reconciliação e a paz

Papa pede às forças de segurança para promoverem a reconciliação e a paz

 

Lusa / AO online   Internacional   30 de Abr de 2016, 11:31

O Papa apelou hoje às forças militares e de segurança para ajudarem a construir uma sociedade baseada "na verdade e na justiça" e encorajou-os a "ser elementos de reconciliação e semeadores de paz".

 

"As forças da ordem, militares e polícias têm por missão garantir um ambiente seguro para que cada cidadão possa viver num ambiente de paz e segurança", disse hoje o pontífice na audiência jubilar, no Vaticano, dedicada às forças da ordem.

Por essa razão, o Papa Francisco afirmou que as forças de segurança não têm só por missão participar em conflitos, mas também em contribuir para a "construção da uma ordem baseada na verdade, na justiça, no amor e na liberdade".

Por isso, aconselhou-as a serem "elementos de reconciliação" nas sociedades e "semeadores da paz".

Nesta audiência, participaram centenas de representantes das forças armadas e de segurança de vários países, como Argentina, Bolívia, Colômbia, Equador, Espanha, Guatemala, Peru, México e República Dominicana.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.