Papa pede à Igreja celeridade nos processos de anulação matrimonial

Papa pede à Igreja celeridade nos processos de anulação matrimonial

 

Lusa/AO online   Internacional   5 de Nov de 2014, 15:20

O papa Francisco pediu à Igreja celeridade nos processos de anulação matrimonial e defendeu a sua gratuidade, informou o Vaticano.

 

“Há tanta gente que necessita e que espera que a Igreja se pronuncie sobre a sua situação matrimonial (…) Alguns processos são tão longos e pesados que as pessoas se cansam e abandonam-nos”, disse o papa durante um encontro com os participantes de um curso sobre justiça canónica.

Segundo Francisco, a Igreja “tem que fazer justiça e dizer: ‘sim, é verdade, o teu casamento é nulo. Não, o casamento é válido’. Mas é justo dizê-lo”.

Durante o sínodo extraordinário sobre a família, que decorreu em outubro no Vaticano, “houve propostas sobre a gratuitidade que devem ser analisadas”, disse.

“A Igreja é tão generosa que pode fazer justiça gratuitamente, como gratuitamente fomos perdoados por Jesus Cristo”, adiantou o papa.

O referido curso sobre justiça canónica é organizado pelo Tribunal da Rota Romana.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.