Papa Francisco une-se aos "esforços" para acabar com "loucura do terrorismo"

Papa Francisco une-se aos "esforços" para acabar com "loucura do terrorismo"

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   20 de Dez de 2016, 17:10

O papa Francisco afirmou, numa carta enviada ao arcebispo de Berlim, que vai rezar pelas vítimas do atentado na capital alemã e que se junta aos "homens de boa vontade" para acabar com "a loucura do terrorismo".

 

Num telegrama de condolências enviado ao arcebispo de Berlim, o papa lamenta "o terrível ato de violência" na capital alemã e une-se "ao luto dos familiares" das 12 vítimas mortais.

Por outro lado, o papa diz que se junta "aos homens de boa vontade", nos seus esforços "para que a loucura do terrorismo não encontre espaço no nosso mundo".

Pelo menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas quando um camião irrompeu na segunda-feira à noite contra um mercado de Natal no centro de Berlim.

A chanceler Angela Merkel disse hoje que as autoridades alemãs acreditam que “se tratou de um ataque terrorista”, aparentemente realizado por um requerente de asilo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.