Papa Francisco fala contra "rejeição" de refugiados na Europa

Papa Francisco fala contra "rejeição" de refugiados na Europa

 

AO/Lusa   Internacional   27 de Mar de 2016, 12:33

O papa Francisco falou hoje contra a rejeição de migrantes e de refugiados, durante a sua mensagem de Páscoa, numa altura em que a Europa enfrenta a maior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial.

 

"A mensagem de Páscoa de Cristo ressuscitado convida-nos a não nos esquecermos daqueles homens e mulheres que estão à procura de um futuro melhor. [Há] uma onda cada vez maior de migrantes e refugiados que estão a fugir da guerra, da fome, da pobreza e da injustiça social", afirmou.

"Muitas vezes, estes nossos irmãos e irmãs encontram-se pelo caminho com a morte ou, em qualquer situação, com a rejeição dos que podem oferecer-lhes as boas-vindas e assistência", acrescentou ainda o pontífice.

O responsável máximo da igreja cristã desejou que "a próxima cimeira mundial humanitária não deixe de pôr no centro [da discussão] a pessoa humana, com a sua dignidade".

O papa espera que esta cimeira, que terá lugar a 26 e 27 de maio, na Turquia, permita desenvolver políticas capazes de assistir e proteger as vítimas de conflitos e de outras situações de emergência, especialmente os mais vulneráveis e os que são perseguidos por motivos étnicos e religiosos".

O papa Francisco referiu-se também ao "longo conflito" da Síria, "com a sua triste marca de destruição, morte e atentado à lei humanitária", sublinhando no entanto a sua esperança em que as negociações de paz entre o governo e as forças da oposição possam terminar com sucesso no próximo mês.

"A boa vontade e a cooperação de todos vão dar frutos de paz e de iniciativa para construir uma sociedade fraterna", afirmou o líder máximo da igreja cristã diante da multidão que esteve junto à praça da Basílica de São Pedro para o ouvir esta manhã.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.