Papa condena "violência cega"

 Papa condena "violência cega"

 

Lusa/AO online   Internacional   22 de Mar de 2016, 11:45

O papa Francisco condenou "a violência cega que causa tanto sofrimento", numa mensagem de condolências, na sequência dos atentados mortíferos no aeroporto e metropolitano de Bruxelas.

 

O papa "condena novamente a violência cega que causa tanto sofrimento e pede a Deus a dádiva da paz", escreveu, em nome do papa, o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, num telegrama enviado ao arcebispo de Bruxelas, Jozef De Kesel.

"O papa Francisco confia à misericórdia de Deus às pessoas que morreram e junta-se, em oração, à dor dos familiares, manifestando profunda compaixão pelos feridos e familiares, bem como por todas as pessoas que contribuem para as operações de socorro", acrescentou.

Bruxelas foi palco esta manhã de três explosões, de origem terrorista, no aeroporto internacional de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek, que causaram pelo menos 26 mortos e mais de uma centena de feridos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.