Papa afirma que falta de instrução é atentado contra dignidade das pessoas

Internacional /
Papa francisco

721 visualizações   

O papa Francisco afirmou que "a falta de instrução é uma injustiça grave que atenta contra a dignidade das pessoas", durante a catequese na audiência geral realizada na sala Paulo VI do Vaticano.
 

O chefe da Igreja católica lembrou todas as pessoas, especialmente crianças, que por causa do analfabetismo são vítimas de exploração e de outros flagelos sociais.

Francisco explicou que à medida que aumenta a instrução "mais as pessoas adquirem certezas e consciência".

"Uma boa instrução ensina o método crítico, que inclui também uma certa forma de dúvida, útil para questionar e confirmar os resultados obtidos", sublinhou.

"Todos, em alguns momentos, têm dúvidas sobre a fé", admitiu.

As dúvidas podem ser respondidas na catequese, mas o mais "importante é concretizar a fé na vida, para que não se transforme em algo teórico e abstrato", considerou.

"Quando praticamos a fé, servindo os irmãos e especialmente os mais necessitados, muitas dúvidas desaparecem porque sentimos a presença de Deus, que nos ama", sublinhou.