Países fundadores da UE apelam a saída rápida do Reino Unido


 

AO/Lusa   Internacional   25 de Jun de 2016, 12:46

Os países fundadores da União Europeia afirmaram hoje que querem que o Reino Unido inicie o processo de saída da União Europeia

 

O ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, Frank-Walter Steinmeier, anfitrião em Berlim da reunião ao nível dos chefes da diplomacia dos seis países fundadores da União, afirmou que este conjunto de países concorda que Londres não deve demorar a iniciar os procedimentos de saída da União Europeia.

“Estamos unidos na afirmação de que este processo deve iniciar-se tão depressa quanto possível, para que não nos vejamos num limbo prolongado e possamos focar-nos e trabalhar no futuro da Europa”, afirmou Steinmeier.

O seu homólogo francês, Jean-Marc Ayrault, afirmou, pelo seu lado, ser urgente que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, que na passada sexta-feira disse que se demitirá em Outubro, abra o caminho para uma nova liderança que conduza a transição para a saída do Reino Unido da União.

“Deve ser designado um primeiro-ministro, isso demora alguns dias”, afirmou aos jornalistas.

Ao anunciar a sua resignação, Cameron afirmou que deverá ser o seu sucessor a liderar as negociações ao abrigo do artigo 50º do Tratado de Lisboa, que estabelece um prazo de dois anos para o processo de saída.

Steinmeier, Ayrault, o holandês Bert Koenders, o italiano Paolo Gentiloni, o belga Didier Reynders e o luxemburguês Jean Asselborn defenderam, no entanto, que esse tempo deve ser reduzido.

“Compreendemos e respeitamos o resultado [do referendo] e percebemos que o Reino Unido está agora concentrado em si mesmo”, afirmou Steinmeier ao lado dos seus homólogos.

“Mas Londres tem responsabilidades que vão para além do Reino Unido. Nós devemos poder agora focar-nos no futuro da Europa e isso significa que, depois da decisão de saída tomada no Reino Unido, o processo relativo a essas negociações deve começar”, acrescentou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.