EUA

Pai de Michael Jackson apresenta nova queixa contra médico do rei "pop"

Pai de Michael Jackson apresenta nova queixa contra médico do rei "pop"

 

Lusa/AO online   Internacional   2 de Dez de 2010, 11:09

O pai de Michael Jackson apresentou uma nova queixa contra o médico do rei da música “pop”, acusando-o de negligência na morte do cantor em Julho de 2009, segundo documentos judiciais obtidos pela AFP.
Na queixa, de 24 páginas, apresentada esta semana num tribunal de Los Angeles, refere-se que o dr. Conrad Murray passou 47 minutos ao telefone na altura em que Michael Jackson estava a morrer, no dia 25 de Junho de 2009.

Uma queixa anterior de Joseph Jackson, apresentada no passado dia 25 de Junho, foi recusada por um tribunal federal por um problema de jurisdição.

O pai do cantor pretende ser indemnizado pelo médico e outras entidades, nomeadamente uma farmácia de Las Vegas que terá fornecido os potentes anestésicos ministrados a Michael Jackson pouco antes da sua morte, aos 50 anos.

Conrad Murray tem um processo por “homicídio involuntário” por ter administrado ao cantor o anestésico propofol – que a autópsia considerou ter sido a principal causa da morte do cantor.

O início das audiências preliminares está marcado para 04 de Janeiro de 2011, devendo ser então decidido se haverá lugar a julgamento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.