Padre Felix Tavares celebra bodas sacerdotais

Padre Felix Tavares celebra bodas sacerdotais

 

Isidro Fagundes   Regional   14 de Ago de 2010, 15:00

Este ano, o padre Félix Tavares celebra cinquenta anos sobre a celebração da sua primeira missa.
Por ocasião das suas bodas de ouro sacerdotais, até ao dia 17 deste mês amigos e interessados poderão visitar uma exposição alusiva aos últimos cinquenta anos, durante os quais Félix Tavares serviu como pároco na cidade de Lisboa, sem no entanto esquecer a freguesia que o viu nascer.

Foi a 18 de Agosto de 1960 que Félix Tavares celebrou pela primeira vez o ritual católico, apenas três dias depois da sua ordenação.

Fê-lo na freguesia de Água de Pau, no concelho da Lagoa, mas os caminhos da vida levaram-no a outras paragens e à sua terra regressava apenas periodicamente, para reencontrar amigos e familiares. Em Lisboa, só quando muito raramente encontrava açorianos conseguia matar as saudades da terra, sem a ela regressar.

“A minha primeira missa foi uma experiência muito interessante”, recordou Félix Tavares em entrevista ao Açoriano Oriental.

“Graças a Deus, para mim foi um momento de grande felicidade”, sublinha o padre que, após a celebração da primeira missa, regressou a Lisboa.

Entre 1960 e 1964, Félix Tavares foi pároco da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Lisboa. A partir daí, o jovem padre parte para Torres Vedras, “para um ambiente rural, onde existiam dezoito freguesias. Era um concelho muito rico, e para mim isso foi o meu ‘25 de Abril’, porque era uma população muito humilde. A freguesia só tinha uma casa paroquial, a igreja nem bancos tinha e as pessoas viviam sem luz. Dediquei-me a eles fazendo pequenos teatros e só em 1967 a electricidade chegou lá”, recorda.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.