Ordem estuda criação de bolsas e apoios para formação contínua de clínicos

Ordem estuda criação de bolsas e apoios para formação contínua de clínicos

 

Lusa/AO Online   Nacional   28 de Nov de 2017, 07:41

A Ordem dos Médicos quer que os clínicos tenham formação contínua e que demonstrem as competências adquiridas, estando a estudar a criação de bolsas e outros apoios à formação médica.

O bastonário Miguel Guimarães considera essencial a formação contínua dos médicos especialistas e quer ajudar a promover esta atualização de conhecimentos.

Por isso, a Ordem está a estudar uma forma de "dar mais possibilidade aos médicos" de realizarem a sua formação contínua e de fazer com que demonstrem com regularidade que atualizam os seus conhecimentos.

"Estamos inclusivamente a estudar a forma de implementar bolsas e ferramentas de apoio à formação médica", afirmou à agência Lusa o bastonário Miguel Guimarães.

O representante dos médicos sublinha que não se trata de qualquer exame ou prestação de provas, até porque Miguel Guimarães entende que os clínicos "já são os profissionais que mais provas públicas prestam ao longo das suas carreiras".

"A demonstração de atualização poderá consistir na apresentação de um documento que resuma e ateste a atividade profissional desenvolvida pelo médico num determinado número de anos e seguindo um padrão proposto pelo respetivo colégio de especialidade", explicou Miguel Guimarães.

Está assim a ser estudado um programa de formação contínua pelo Conselho Nacional para a Formação Médica Contínua da Ordem, com os contributos dos vários colégios de especialidade e das sociedades científicas, sendo o objetivo que comece a ser aplicado no próximo ano.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.