Ordem dos Médicos/Norte lamenta perda de "príncipe da medicina"


 

AO/Lusa   Nacional   8 de Jan de 2017, 15:43

O Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos lamentou hoje a morte de Daniel Serrão, que classificou como um dos

 

Em comunicado, aquela estrutura lembrou que Daniel Serrão se destacou “pelas suas opiniões desassombradas contra a clonagem de embriões humanos, os quais considerava um crime científico”.

“Foi responsável por um notável impulso para o desenvolvimento da Anatomia Patológica em Portugal, além de uma dedicada atenção concedida à reflexão sobre o futuro, a estrutura e a sustentabilidade do Sistema Nacional de Saúde e a sua projeção nacional e internacional no campo da patologia e da ética médica e bioética”, acrescentou o mesmo texto.

Assim, o Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos recordou Daniel Serrão como “um dos príncipes da Medicina portuguesa, uma figura de referência no campo da Ética e da Medicina, um exemplo e uma referência para os médicos e para a sociedade civil”.

“Honrar o seu vasto património intelectual e humanístico, que fará sempre parte da nossa memória individual e coletiva, é uma obrigação de todos nós”, realçou.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.